ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Header Ads Widget


Criadores de animais tentam burlar decreto e criam feira clandestina em Campo Maior

Com decretos estadual e municipal proibindo algumas atividades, entre elas a tradicional feita de animais no Mercado do Produtor em Campo Maior, produtores rurais da Região dos Carnaubais tentam driblar a fiscalização e improvisaram ao ar livre a comercialização de animais em um terreno particular na antiga Codibe, na entrada da cidade. A feira, no entanto, é considerada clandestina e deverá ser proibida.



Como o Mercado do Produtor, no Bairro Matadouro, ainda não foi liberado, conforme do decreto de retomada das atividades, os feirantes que negociam animais de pequeno poste começaram a se concentrar no terreno, atraindo os compradores e provocando aglomeração.

Segundo a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí (ADAPI) a feira é considerada clandestina e com o local insalubre para realização de atividades comerciais.

“Não existe fiscalização com emissão de documento zoossanitário (GTA) devido o local ser inapropriado e não autorizado. Existe uma Portaria da ADAPI que ainda está em vigor proibindo a realização de eventos agropecuários, neste caso, a Feira do Produtor Rural” disse João Teixeira, Coordenador  da ADAPI em Campo Maior.

A fiscalização destas feiras é feita pela Vigilância Sanitária do município, como medidas de combate ao coronavírus juntamente com a ADAPI que realiza a fiscalização desses animais se estão aptos para a comercialização.

FEIRA MOVIMENTA MAIS DE MEIO MILHÃO DE REAIS
A “feira dos bichos” como muitos conhecem é uma das maiores do Piauí na venda e compra de animais de pequeno poste. Criadores de pelos menos 10 cidades da região de Campo Maior se concentram as segundas e sextas-feiras no Mercado do Produtor, no Bairro Matadouro. Caprino, ovinos, suínos e aves são comercializados no local.

Além de criadores, atravessadores conhecidos como “gioreiros” chegam a todo instante para vender seus animais. Os compradores são de várias cidades, mas principalmente de Campo Maior, Altos e Teresina.

A partir das 4hs da manhã começa a movimentação de caminhões e caminhonetes de vendedores e compradores. A feira se estende enquanto tiver animais para serem comercializados, mas normalmente se encerra entre 9hs e 10hs.

A estimativa é que a feira movimente, a cada feira, mais de meio milhão de reais.

    Fonte: Em Foco


    Postar um comentário

    0 Comentários